segunda-feira, 27 de março de 2017

Argentinos Mariano González e Lucas Mugni chegaram a ser procurados pelo o Santa


Com o prazo apertado para anunciar o seu último reforço visando a sequencia das disputas dos mata-matas da Copa do Nordeste (se encerra amanhã), que começarão na próxima quarta-feira, a diretoria do mais querido vem correndo contra o tempo em busca de fechar o primeiro ciclo de contratações desse semestre. A espectativa é que os cartolas tragam mais um atacante que jogue pelo os lados do campo. Até o momento, não houve nenhuma especulação da imprensa em cima de quem poderia ser esse atleta que o Santa ainda quer trazer. 

Porém, na semana passada, o técnico da equipe Vinicius Eutrópio deixou a entender em entrevista que esse jogador é conhecido nacionalmente e que ele vem de um time grande do Brasil. Antes de anunciar a contratação do meia atacante Edson Pereira na última quarta-feira, alguns outros nomes foram tentados e procurados pela a direção coral. Como o caso dos meias argentinos Mariano Gonzázes e Lucas Mugni. O primeiro foi campeão Olímpico com a Seleção da Argentina no ano de 2004, em Atenas, e atualmente está jogando no Huracán-ARG. 

O alto Salário mensal de equivalente a 67 mil reais do veterano acabou sendo motivo principal pelo o qual os dirigentes pernambucanos desistissem de contratar o atleta para o clube do mais querido. Já o segundo, mais conhecido por já ter atuado pelo o Flamengo-RJ, também pelo o mesmo empecílho de Mariano González, teve a sua possibilidade de vim para o tricolor do arruda como descartada. O mesmo acabou firmando contrato com o Rayo Majadahonda, que está disputando a terceira divisão do Campeonato Espanhol.
 
Compartilhar:

sábado, 25 de março de 2017

Bola parada vem sendo a arma principal do Santa Cruz nesta temporada

No futebol, existe vários meios para que um time possa chegar com perigo na meta do adversário. Entre eles, a bola parada. Esse recurso é muito utilizado pela as equipes, principalmente quando estão jogando em campos pequenos. Por conta disso, muitos gols acontecem nos jogos, por causa que a bola parada costuma a aparecer com frequência nas partidas, seja ela em forma de faltas, escanteios ou cobranças de penalidades máximas. "Uma bola parada, ela decide um jogo. Ela também bem posta, talvez o adversário evite uma falta", disse o técnico Vinicius Eutrópio. 

Neste ano no Santa Cruz, Esse recurso vem sendo muito aproveitado pelo o time coral. Tudo por conta de dois jogadores do elenco que são especialistas nisso. O meia Léo Costa e o zagueiro Anderson Salles são os cobradores oficiais da bola parada tricolor. O primeiro vinha sendo o principal quando começou a temporada. Nos primeiros jogos, o jogador marcou dois gols neste estilo. Um de pênalti e o outro de falta. 

Além disso, já deu vários passes a gols feitos de bola aérea, por causa de cobranças feitas por ele de faltas para a área, e também de escanteios. Porém, com o passar das partidas Léo Costa começou a ter que dividir os holofotes com o zagueiro, até então reserva, Anderson Salles. Tudo porque, o defensor agora titular na equipe do mais querido, começou a aparecer muito bem por conta deste recurso. O atleta que tem um histórico muito positivo na bola parada, em praticamente todas as equipes que jogou na sua carreira, desde que está tendo chances de jogar vem marcando gols muito bonitos de faltas perigosas a meta adversária. 

Foram 2 até o momento, ambos contra o Central no Campeonato Pernambucano. Além disso, na última quarta feira, ele também fez 1 só que dessa vez de pênalti contra o Campinense-PB, pela a Copa do Nordeste. E qual seria o segredo para que Anderson Salles batesse tão bem na bola como vem conseguindo ? Bom, o zagueiro tem essa resposta! 

"Quando jogava na base eu comecei a treinar isso. E aí você bate 20 ou 30 faltas por dia, para que se possa aprimorar e depois chegar mais próximo da perfeição. Gostava de ver quando eu era criança o Marcelinho Carioca batendo faltas. Ficava olhando muito e gostando daquilo, pois achava bonito gols de faltas tanto de perto como de longe, até que depois eu fui treinando e aprimorando isso. Tem que ter concentração. Você olha o goleiro e a barreira, porque agora eles estão montando barreiras altas e elas costumam a andar e saltar. Ter precisão para que a bola passe por ela, e ao mesmo tempo ir forte para que não dê chances de o goleiro chegar." 

Dos 21 gols que o Santa marcou nesta temporada, muitos foram gerados por bola parada. E por isso, tanto Léo Costa como Anderson Salles vem sendo bastante importantes para os corais. Então, se tem algo que a torcida tricolor não pode reclamar é de ver gols desta maneira.

Veja o vídeo da matéria que o globo esporte fez sobre Anderson Salles

            

Compartilhar:

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sorteio das quartas de finais da Copa do Nordeste será realizado amanhã


A Confederação Brasileira de Futebol irá realizar nesta sexta-feira, ás 11h00, na sede da CBF, o sorteio das equipes que se enfrentarão nas quartas de finais do Nordestão. Ontem, foram conhecidos os oito times que se classificaram para esta segunda fase, que já se iniciará com os confrontos na quarta-feira da semana que vem. O Santa Cruz que derrotou o Campinense-PB por 1 x 0, e terminou na primeira colocação do grupo A, foi uma das equipes a avançar para as quartas de finais. 

Além dele, Sport, Bahia-BA, Vitória-BA, Itabaiana-SE, River-PI, Sergipe-SE e o próprio Campinense, também estarão presentes na próxima fase da Copa do Nordeste. Todos eles, serão divididos no sorteio de amanhã em dois potes. No primeiro, vão está os quatro times com melhor campanha na classificação geral desta primeira fase do torneio, que foram eles na seguinte ordem: Bahia, Sport, Santa Cruz e Vitória. 

No segundo pote, estarão presentes as três equipes com melhores campanhas entre os três melhores segundos colocados, que são eles: Itabaiana, River, Campinense e Sergipe respectivamente. Por ter encerrado a primeira fase da competição regional na liderança do seu grupo, o tricolor do Recife terá o direito de decidir o segundo jogo das quartas de finais no estádio do arruda. 

Além disso, também evitou um cruzamento com o seu maior rival de Pernambuco e um clássico inter-estadual tanto com o Bahia ou Vitória. Lembrando que o sorteio de amanhã será transmitido pelo o canal da tv aberta e fechada, Esporte Interativo.

Compartilhar:

quarta-feira, 22 de março de 2017

Mais um! 18° reforço coral já está no arruda e irá ser anunciado oficialmente nos próximos dias


Hoje pela a tarde a direção do Santa Cruz acertou com a sua 18° contratação da temparada de 2017. Trata-se do meia atacante Edson Pereira, de 28 anos, e que estava disputando o Campeonato Paulista da Série A2 desse ano pelo o Sertãozinho-SP. O jogador desembarcou na tarde de hoje na capital pernambucana e logo em seguida foi para o estádio do arruda onde irá assistir logo mais das tribunas, ao jogo do mais querido com o Campinense-PB. 

Natural de Ribeirão Preto, Edson Luiz Martins dos Santos nasceu no dia (19/08/1988), e tem passagens por muitos clubes do Brasil como o Vila Nova-GO,  Fortaleza-CE, Marilia-SP, Juventude-RS, Vitória-BA e Joinville-SC (Neste último disputou a Série B do ano passado). Nesta temporada quando estava atuando pelo o Sertãozinho, na segunda divisão do paulista, o meia jogou 10 jogos pela a equipe do interior de São Paulo, onde 9 foram como titular. 

Em todos eles, o atleta marcou apenas 1 gol. A sua última partida foi no sábado passado, na qual o seu ex time pedeu para o Bragantino por 1 x 0, jogando em casa. Ainda hoje, Edson Pereira irá realizar exames clínicos pelo o tricolor do Recife para que depois assine o contrato e nos próximos dias seja anunciado de forma oficial como novo reforço do clube coral.

Compartilhar:

Mirando terminar a primeira fase na liderança do grupo A fora de casa, Campinense-PB ainda não está definido para o confronto contra o Santa


Para o duelo de logo mais ás 21h45 jogando fora de casa contra o Santa Cruz no estádio do arruda, o Campinense-PB ainda não definiu totalmente qual será a equipe que entrará em campo hoje a noite, tentando somar no mínimo um ponto para encerrar a primeira fase do Nordestão como líder do grupo A. Depois de comandar o único treino do seu time no CT Wilson Campos, o técnico da raposa Sergio China (foto) preferiu manter o clima de mistério sobre a sua equipe, e já avisou que só vai revelar quais são os jogadores que começaram a partida decisiva desta quarta-feira contra o tricolor do Recife, 45 minutos antes da bola rolar. 

Entre os destaques da equipe que vem jogando nesta temporada e que deverão entrar em campo mais tarde, há três que são velhos conhecidos do futebol Pernambucano, que são eles: O goleiro Glédson (Ex Santa e Náutico), o volante Fernando Pires (Ex Central) e o meia Diego Torres (Ex Sport). 

Os dois últimos acabaram marcando gols no último jogo do Campinense pela Copa do Nordeste com o Uniclinic-CE, onde os rubro negros paraibanos golearam o time cearense por 4 x 0, no estádio do Amigão. Fora de casa, jogando como visitante nesta primeira fase do torneio regional, a raposa até agora teve um aproveitamento bom. Das duas partidas que fez, venceu uma e empatou a outra sendo essa com o Náutico, onde o time conseguiu segurar o Timbú na Arena Pernambuco e ainda de quebra trouxe para Campina Grande 2 pontos conquistados em São Lourenço da Mata. 

"O Campinense tem que buscar sempre a melhor posição possível. E esse é o nosso objetivo.  Sempre fazer o melhor jogo possível", afirmou o técnico Sergio China. 
 
Este conteúdo foi produzido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Para compartilhar, use o link http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/2017/03/21/santa-cruz-joga-pelo-empate/
Este conteúdo foi produzido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Para compartilhar, use o link http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/2017/03/21/santa-cruz-joga-pelo-empate/
Este conteúdo foi produzido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Para compartilhar, use o link http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/2017/03/21/santa-cruz-joga-pelo-empate/
Compartilhar:

Sai ou não sai ? Patrocínio da Caixa ainda segue como uma incógnita para o Santa


Se tem algo que a diretoria tricolor ainda não conseguiu nesta gestão, de tirar do papel ou tornar o sonho como realidade, é o patrocínio da Caixa que vem sendo tão esperado por eles e que querem tanto que o clube obtenha de uma vez por todas, para que o mesmo possa estampar na camisa do time das três cores. 

O que vem sendo considerado a dificuldade principal para que isso aconteça, é o fato da direção do Santa ainda não ter conseguido disponibilizar a certidão negativa da agremiação coral para a Caixa. 

Embora o clube tenha alegado que já tenha zerado ou seja, pago todas as suas dívidas tributárias, há outras pendências que vem atrapalhando a geração desta certidão negativa. E para que possar fechar o acordo com o banco patrocinador, os diretores do mais querido tem que enviar este documento que é exigido por eles. 

Segundo informações, o que é certo é que o presidente Alírio Morais não vai desistir de tentar obter o tão importante patrocínio da Caixa, que seria muito bom para o clube financeiramente já que poderia ser uma fonte de receita bem mais alta do que as poucas que a instituição possui, pois os valores que seriam destinados poderiam ser bem melhores dos que os outros destianam. 

O mandatário coral apesar de ainda não ter conseguido adquiri-lo, já vinha a algum tempo afirmando e prometendo para a sua torcida nesta gestão, que o Santa Cruz iria continuar tentando obter o patrocínio master da Caixa para o time coral, que sempre foi visto com bom olho pelo os dirigentes. 

Lembrando que o tricolor pernambucano é uma das poucas equipes consideradas grandes no Brasil a não ser contemplado, e também estampar na camisa do seu uniforme o nome do banco como patrocinador oficial da agremiação.
Compartilhar:

terça-feira, 21 de março de 2017

Olho neles! Campinense-PB chega ao Recife vivendo boa fase na temporada de 2017


Líder atual do seu grupo com 11 pontos conquistados na Copa do Nordeste e vice no Campeonato Paraibano com 26, o Campinense-PB vem para Pernambuco onde enfrentará o Santa Cruz com respaldo de está no momento vivendo uma boa fase nesta temporada. Não é atoa as campanhas que vem fazendo tanto no torneio regional como no estadual. O time vem jogando bem e por isso com certeza vai ser um adversário muito difícil para o tricolor do arruda. 

No último domingo, a equipe comandada pelo o técnico Sergio China empatou jogando longe dos seus domínios com o Treze, por 0 x 0, o que fez com que a equipe rubro negra permanecesse na segunda colocação do Paraibano 2017. Nesta quarta-feira, caso vença ou empata com o mais querido, a raposa terminará classificado para a próxima fase do Nordestão por ter terminado na primeira colocação do seu grupo, e o dará o direito de decidir o segundo jogo das quartas de finais em casa. 

Ontem, após a reapresentação do grupo de jogadores que foi realizada no estádio Renatão, a delegação do Campinense seguiu para o embarque onde viajou para o Recife. Hoje está programado para o elenco fazer o seu último treino visando a partida decisiva de amanhã no estádio do arruda, lá no CT do Náutico, e o técnico Sergio China irá definir quem entrará em campo para enfrentar o Santa ás 21h45.

Compartilhar:

segunda-feira, 20 de março de 2017

Por causa da baixa média de públicos que está tendo no Arruda, Santa Cruz pode melhorar promoção de ingressos para o jogo decisivo contra o Campinense-PB


Menos de 10 mil pessoas! Essa vem sendo a média de público dos jogos do Santa Cruz realizados no estádio do arruda em 2017. Já vem sendo uma das piores da equipe desde o começo da década. Para se ter uma idéia, o maior público que o time tricolor teve nesta temporada foi no dia 18 de fevereiro, onde naquele dia pouco mais de 12 mil torcedores estiveram em campo prestigiando o clássico da múltidões, em que o mais querido empatou por 1 x 1 contra o Sport Recife. 

E por conta desse baixo número de tricolores no estádio José do Rego Maciel, a direção coral que já havia divulgado uma promoção de ingressos para o jogo que vale a classificação do Santa para a segunda fase da Copa do Nordeste contra o Campinense-PB, pode melhorar ainda mais a condição de vinda da torcida pernambucana para esta partida tão importante no Nordestão. 

A princípio os preços para os torcedores irem ao Arruda ver a equipe do mais querido enfrentar o time visitante de Campina Grande que é lider nesse momento do grupo tricolor, serão os seguintes:

Arquibancada Inferior

40,00 R$

Arquibancada Superior

20,00 R$

Time Mania (Na compra de 5 ingressos mais 5,00 R$, o torcedor também ganha 1 entrada)

Sócio

Não paga

Compartilhar:

domingo, 19 de março de 2017

Direção tricolor ainda continuará brigando por rescimento da CBF para o clube por causa da exclusão do Santa da Copa Sul-Americana de 2017


Já virou novela! Desde que foi comunicado ano passado que não ia mais disputar a Copa Sul-Americana dessa temporada, a diretoria do Santa Cruz vem travando uma briga diária com a Confederação Brasileira de Futebol para que a entidade máxima ressarcir-se o clube coral, por conta do prejuízo principalmente financeiro que o mais querido teve com a sua exclusão da competição internacional de 2017. 

Até agora, várias tentativas foram feitas por parte da direção tricolor que espera que a CBF ainda reembolse o Santa, já que o mesmo iria receber um bom valor se fosse jogar o torneio desse ano, como aconteceu na temporada passada. 

Nas últimas semanas, havia surgido alguns rumores que o clube coral teria pleiteado a Confederação Brasileira de Futebol um valor que para muitos seria muito alto e que dificilmente a entidade máxima iria pagar ao mais querido. 

Porém, recentemente isso foi negado pelo os dirigentes tricolores que continuará sim a tentar convencer a CBF de ressarcir o Santa Cruz, para que o mesmo possa poder recuperar pelo menos fianceiramente do prejuízo que ficou por conta da sua não participação da Copa Sul-Americana de 2017, que ainda vai acontecer no segundo semestre.
 
Compartilhar:

sexta-feira, 17 de março de 2017

Veterano volante Leo Lima ex Goiás, foi oferecido a diretoria do Santa Cruz


Depois de contratar 17 jogadores para esta temporada, a diretoria do mais querido a pedido do técnico Vinicius Eutrópio, voltou a ir para o mercado da bola em busca de novos reforços para melhorar e qualificar mais o elenco coral. Segundo o repórter da Rádio Jornal, Leonardo Bóris, vários atletas vem sido oferecidos para os dirigentes do Santa Cruz. 

Entre eles, recentemente o volante bastante experiente e conhecido de 35 anos, Leo Lima. A informação segundo o setorista é que, o jogador que foi revelado no Vasco da Gama-RJ e também teve passagens por vários outros clubes do Brasil como, Grêmio-RS, Flamengo-RJ, Palmeiras-SP e São Paulo, pediu 50 mil reais de salário para vim atuar no tricolor do arruda. 

Porém, a direção do mais querido teria descartado uma possível vinda do atleta para cá, por causa do alto valor que ele queria que o santa pagasse. Leo Lima está sem jogar desde o final do ano passado, e seu último time onde o veterano volante passou foi o Goiás.
 
Compartilhar:

quinta-feira, 16 de março de 2017

Julio Cesar "Aqui no Brasil, a justiça não cumpre as suas leis", sobre o caso Bruno


Desde o dia 24 de fevereiro deste ano, um dos assuntos que voltou a ser o centro das atenções em todo o Brasil, é o caso do goleiro Bruno que foi preso no ano de 2010, após se envolver diretamente na morte da sua ex amante Elisa Samúdio. O jogador foi solto no mês passado depois de uma liminar que foi concedida ao seu favor, e que o libertou após quase sete anos dentro da prisão. 

Na semana passada, a diretoria de futebol do Boa Esporte-MG anunciou a contratação do ex arqueiro do Flamengo para o clube mineiro. Essa notícia acabou se repercurtindo muito em todo o país até hoje e está entre as mais debatidas por todo o Brasil. 

Nessa quarta-feira, o assunto acabou sendo um dos holofotes da entrevista coletiva do goleiro Julio Cesar do Santa Cruz. Por ter atuado com ele, em uma rápida passagem que Bruno teve quando jogou com o atleta tricolor no Corinthians em 2006, o jogador do mais querido não pôde evitar de responder perguntas sobre a contratação do seu ex companheiro de equipe, para o time de Varginha. 

"Infelizmente aqui no Brasil a justiça não cumpre com suas leis e a nossa legislação. Ele (Bruno) jogou comigo pouco tempo no Corinthians. Acho que na cabeça dele, para ele cumpriu a sua pena e por isso foi solto. Mas é como eu falei, é lamentável que aqui a justiça não cumpra com o seu dever", disse Julio Cesar.

Compartilhar:

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Federico Gino confirma acerto com o Santa Cruz e diz chegar com vontade


DO SITE GLOBO ESPORTE.COM

Mais um jogador chega para fazer parte do elenco do Santa cruz. Apesar da não confirmação do clube, Federico Gino já havia sido liberado pelo Cruzeiro. Tanto o empresário quanto o atleta davam o acerto como muito próximo. Em conversa com a reportagem do GloboEsporte.com, o volante afirmou que está motivado para o desafio, e chega ao Recife na noite desta segunda-feira.

"Estou muito feliz com esse acerto. Chego esta nesta segunda-feira com muita vontade de ajudar. Vejo o Santa Cruz como uma grande oportunidade na minha carreira." Aos 22 anos, Federico Gino tem nacionalidade uruguaia, mas nasceu no Brasil, na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. 

Ele começou a carreira como jogador de futebol no Defensor-URU. Além do Cruzeiro, tem uma passagem rápida também pelo Carpi, da Itália. O acordo de Gino com o Santa Cruz vai até o mês de julho, que é justamente o período do contrato com o Cruzeiro. O clube mineiro tem a possibilidade ainda de renovar por mais três anos.

Compartilhar:

Léo Costa é liberado do DM, Facundo Parra fica até 15 dias fora e Elicarlos vai fazer exame


DO PORTAL CORALNET

Desfalque no Clássico das Multidões do último domingo, Léo Costa foi liberado do departamento médico do Santa Cruz e começou a trabalhar a parte física após melhorar da pequena lesão na posterior da coxa esquerda. Sendo assim, o meia deve ficar apto para o jogo contra o Uniclinic-CE, no próximo sábado (25), pela quarta rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. 

"No sábado, houve a decisão do DM de tirá-lo do jogo. Se fosse um jogo decisivo, poderia até ir para a partida, mas ainda é começo de campeonato. O jogador ficou se recuperando,  fez academia hoje e também trabalhou com o preparador físico. Do ponto de vista médico, está liberado", afirmou Wilton Bezerra.

Por outro lado, Facundo Parra desfalcará o Santa Cruz. O atacante argentino, que sequer estreou e está no clube há quase duas semanas, ficará de 10 a 15 dias entregue ao DM por conta de um problema na panturrilha esquerda. O recém-contratado fez um exame de imagem na última sexta-feira. "Infelizmente ele teve uma lesão. O resultado do exame de imagem saiu no sábado. O jogador fica fora de dez a quinze dias", simplificou o médico Wilton Bezerra.

ELICARLOS

O volante Elicarlos saiu machucado do Clássico das Multidões, aos 16 minutos do primeiro tempo, e reclamou de dores na coxa direita. De acordo com o médico Wilton Bezerra, o volante está bem clinicamente, mas mesmo assim será submetido a um exame de imagem para saber se há lesão. "Antes do jogo, ele sentiu um puxão na coxa direita. Durante a partida, pediu para sair, mas está bem clinicamente. Vamos fazer um exame de imagem. Se tiver algo, vai ficar em tratamento", pontuou.
 
Compartilhar:

Após entrar bem contra o Sport, Wellington Cézar pode se manter entre os titulares



DO SUPER ESPORTES
Ainda não era sequer metade do primeiro tempo do clássico contra o Sport quando o volante Elicarlos deixou o gramado com dores na coxa direita. Espaço cedido ao prata da casa Wellington Cézar, que entrou muito bem na partida e se credenciou como o principal candidato à titular caso o veto de Eli para enfrentar o Salgueiro seja confirmado. O próprio técnico Vinícius Eutrópio já adiantou que o jovem valor coral pode ter sua oportunidade entre os 11 que começam o jogo na próxima quinta-feira, no Arruda, novamente pelo Campeonato Pernambucano.

De acordo com o médico Rodrigo Arruda, que trabalhou pelo Santa Cruz no clássico, Elicarlos realizará um exame nesta segunda-feira a fim de saber o grau de gravidade da lesão. Embora a presença do volante defensor esteja praticamente descartada para entrar em campo ante o Carcará, o médico preferiu a cautela na espera dos exames. "Acho difícil (ele jogar), provavelmente deve ficar com a gente (departamento médico), mas vamos aguardar o exame para ter certeza", ponderou. 

“Demos folga de mais de 24 horas. Ele (Elicarlos) não sentiu uma fisgada, mas um desconforto. Vamos trabalhar para tê-lo o mais rápido possível", afirmou Eutrópio, após o empate com o Sport. "Provavelmente, o Wellington Cézar (entra no lugar dele caso Elicarlos, não tenha condições). Agora está tranquilo para falar", acrescentou.


Compartilhar:

Técnico e atletas destacam evolução gradual do Santa, invicto em 2017


DO GLOBOESPORTE

Até o momento, a temporada está indo bem para o Santa Cruz. Muitas dúvidas pairavam sobre a equipe, que caiu para a Série B e precisou se reformular completamente para o ano de 2017. E o saldo da temporada não está mal. Nas quatro partidas do Pernambucano, foram três empates e uma vitória. Pela Copa do Nordeste, duas vitórias e um empate. Para o técnico Vinícius Eutrópio e os jogadores, dá para ver evolução no elenco a cada jogo.

- Estamos quase fechando fevereiro e o time tomou apenas cinco gols. É importante que o time se consolide em cima disso. Demos pouquíssimas chances aos adversários. Isso nos dá tranquilidade. E dia a dia, jogo a jogo, a gente vai crescendo. Vai evoluindo.

A evolução da equipe, na visão do goleiro Julio Cesar, passa muito pelas mãos do treinador. E os jogadores estão abraçando a filosofia de jogo implantada.

- Tudo que está acontecendo é por ele. Ele soube armar a equipe e passou informações preciosas da forma como os adversários jogam. A mentalidade de marcar duro, sem espaços para o adversário, foi ele quem implantou. Nosso time está fazendo aquilo que o treinador pede, simplesmente. E, com a qualidade de cada um, está ficando um time jeitoso para jogar.


A reflexão positiva vem logo em seguida ao empate por 1 a 1 com o Sport no Clássico das Multidões do último sábado. O Tricolor saiu perdendo e teve um jogador expulso, mas mostrou poder de reação e obediência tática para igualar o placar.
Compartilhar:

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Ingressos para Clássico das Multidões sendo vendidos no Arruda e na Ilha


DO SITE GLOBO ESPORTE.COM

O primeiro Clássico das Multidões desta temporada acontece neste sábado (18), pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano. Santa Cruz e Sport se enfrentam às 16h30, no Arruda, e os ingressos para os torcedores das duas equipes já estão sendo comercializados pelos tricolores, mandantes do duelo. 

O ponto interessante é que os bilhetes estão sendo vendidos tanto no Arruda, para a torcida coral, quanto na Ilha do Retiro, para atender os rubro-negros. Como de costume desde o começo do ano, o sócio do Santa Cruz não paga a sua entrada. 

Para ingressar no estádio, basta estar em dia. Os demais bilhetes terão preço único de R$ 40, sendo que a meia entrada sai por R$ 20.

CONFIRA OS DETALHES DAS VENDAS

VALORES


Sócios - a partir de R$ 24,99, por mês, para assistir a todos os jogos no Arruda sem pagar
Arquibancada superior e inferior - 40 reais
Meia-entrada - 20 reais


HORÁRIOS


BILHETERIAS DO ARRUDA
 
15/02 a 17/02 - de 9h às 18h
18/02 - de 9h às 17h30



LOCAIS DE VENDAS


Bilheterias do Arruda
Quiosque Ticket Folia (Shopping Recife)
Loja Stadium (Galeria do Hiper Bompreço de Casa Forte)
Loja Cobra Coral (Shopping Tacaruna)
Loja PE Retrô (Shopping Rio Mar)
Loja Pequeno Torcedor (Shoppings Rio Mar e Recife)

Compartilhar:

Exames de rotina, em parceria com o Laboratório Marcelo Magalhães


DO SITE SANTA CRUZ PE

Os atletas corais começaram os trabalhos desta quinta-feira, no Arruda, de forma diferente. Antes de seguirem para o campo, todo o elenco marcou presença no Departamento Médico, para a realização dos exames médicos. Os testes foram feitos em parceria com o Laboratório Marcelo Magalhães, que vem realizando exames de rotina, junto ao elenco coral, desde a temporada passada. 

O doutor Wilton Bezerra explicou o procedimento. “Foram realizados os exames de rotina, que são padrão neste início de temporada. Não havíamos feito antes porque estávamos esperando a formação mais sacramentada do elenco”. 

"Com esses resultados, podemos medir o nível de várias taxas do atleta e, a partir disso, em caso seja constatado alguma taxa acima do normal, fazemos as correções médicas necessárias", comentou Wilton Bezerra. 

Compartilhar:

Júlio César minimiza "meninice" de Everton Felipe e já sente clima de rivalidade para o clássico


DO PORTAL CORALNET

As provocações do garoto Everton Felipe, do Sport Recife, com o Santa Cruz ainda repercutem no Arruda, mas estão longe de incomodar os tricolores. Para o goleiro Júlio César, as brincadeiras fazem parte da rivalidade do futebol, mas ao mesmo tempo critica a falta de maturidade do jogador adversário em suas declarações. Experiente, o camisa 1 coral ainda acrescentou que gozações ficam para os torcedores.

"A gente encara com uma naturalidade enorme. Eu tenho 32 anos e já passei dessa época de 'disse-me-disse'. É uma coisa que não acrescenta em nada. Vi algumas declarações de Everton Felipe, mas ainda é um menino e tem muito o que aprender. É mais bacana ter uma postura como a de Magrão, Durval. Mas isso também faz parte do futebol e não temos que ficar com 'mimimi'. Se ele gosta, tem que fazer isso mesmo. Cada um faz do seu jeito. Gozações e zoeiras a gente deixa para o torcedor", ponderou.

Já acostumado com os jogos contra o Sport Recife, desde a época em que defendia o Náutico, Júlio César vai disputar seu primeiro Clássico das Multidões. Apesar do fato ser inédito, o goleiro deixa a rivalidade para a torcida, mas já sente um clima diferente e de ansiedade nas ruas antes da partida de sábado (16), às 16h30, no estádio do Arruda, pela quarta rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano.

"Sempre tem um rival que a torcida tem um pouco mais de raiva. É algo diferente. Essa semana foi um pouco diferente nas ruas, no clube e nas redes sociais. Você vê que o torcedor fica mais ansioso para que chegue o clássico, até por tudo que Santa Cruz e Sport têm passado nos últimos tempos. Mas para nós jogadores não faz diferença nenhuma", declarou.

EXPECTATIVA
 
"Pra mim não tem diferença, mas para o torcedor tem um significado a mais, pela rivalidade e pelos clubes terem disputado finais nos anos anteriores. É claro que é sempre bom vencer um clássico. A gente tem que encarar com o espírito de rivalidade, pois sabemos que para o torcedor e para o clube valem muito. Os três pontos são os mesmos, mas pela confiança e moral ajudam um pouco mais", encerrou.

Compartilhar:

Léo Costa treina no campo e amplia dúvida sobre a sua escalação em Santa Cruz x Sport


DO PORTAL SUPER ESPORTES

A depender do que foi mostrado na parte aberta do treino desta quinta-feira, Léo Costa aumentou as suas chances de jogar o Clássico das Multidões. Colocado pelo departamento médico do Santa Cruz como dúvida, o meia apareceu no gramado do Arruda e deu voltas no campo com o restante do elenco sem aparentar mais incômodos na coxa esquerda.

Após o aquecimento e uma dinâmica de grupo, a segunda parte dos trabalhos desta manhã foi fechada à imprensa pelo técnico Vinícius Eutrópio. Segundo informações de bastidores colhidas pela reportagem do Superesportes, o jogador trabalhou normalmente com bola no início das atividades secretas e depois desceu aos vestiários. A dúvida sobre a sua escalação, no entanto, deve permanecer até o jogo contra o Sport, sábado, no estádio do Arruda.

Léo Costa está sendo avaliado diariamente pelo departamento médico do clube para saber se poderá atuar no clássico. Caso não se recupere a tempo, Thiago Primão é o mais cotado para assumir o posto do camisa 10 na partida. Léo machucou a coxa ainda no primeiro tempo da partida do último domingo, contra o Uniclinic-CE, pela Copa do Nordeste.

AUSENTE NOVAMENTE

Pelo segundo dia consecutivo, o atacante Facundo Parra não participou das atividades no campo. Sob a alegação de cansaço muscular, o argentino segue em trabalhos específicos na academia. O jogador ainda não estreou pelo Santa Cruz.
 
Compartilhar:

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Novo reforço tricolor só deve chegar na próxima semana



DO GLOBOESPORTE
O Santa Cruz está muito próximo de anunciar oficialmente a contratação do volante Federico Gino, que já foi liberado pelo Cruzeiro para assinar um contrato com os pernambucanos. A negociação, no entanto, só deve ser concretizada no final desta semana ou, no máximo, no início da próxima. De acordo com o empresário do atleta, Rodolfo Baquet, o negócio está avançado.

Enquanto aguarda o fim da negociação com o Santa Cruz, Federico Gino treina normalmente no Cruzeiro junto com os jogadores que não estão sendo aproveitados pelo técnico Mano Menezes. Nesta quarta-feira, o volante chegou a postar uma foto em uma de suas redes sociais treinando com o chileno Eugenio Mena, que está na mesma situação que ele. 

Quando desembarcar no Arruda, Federico Gina terá que correr contra o tempo para brigar por uma vaga no time com Elicarlos e David, que estão sendo titulares desde o começo da temporada. Na equipe mineira, ele jogou mais como segundo volante e também como lateral-direito em algumas oportunidades.

Aos 22 anos, Gino só defendeu dois clubes antes do Cruzeiro. Foi revelado pelo Defensor Sporting, do Uruguai, e em 2016 teve uma rápida passagem também pelo Carpi, da Itália.



Compartilhar:

Ingressos para Santa Cruz x Sport já estão à venda nas bilheterias do Arruda


DO CORALNET
Os ingressos para o primeiro Clássico das Multidões da temporada já estão à venda nas bilheterias. A diretoria do Santa Cruz seguiu os valores estabelecidos pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF), no artigo 19 do regulamento do Estadual, e manteve os preços variando entre R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) para a arquibancada superior e inferior.

As bilheterias do Arruda funcionam a partir desta quarta-feira (15), das 9h às 18h, e na quinta-feira (16) e sexta-feira (17) o horário de funcionamento segue das 9h até as 18h. No dia do clássico, marcado para o sábado (18), as vendas se encerram às 17h30.

PREÇOS:
Arquibancadas superior e inferior - R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira)

BILHETERIAS DO ARRUDA:
Quarta-feira (15): das 9h às 18h
Quinta-feira (16): das 9h às 18h
Sexta-feira (17): das 9h às 18h
Sábado (18): das 9h às 17h30 (dia do jogo)


Compartilhar:

Sem Léo Costa, Thiago Primão pode voltar ao time do Santa Cruz depois de três jogos


DO PORTAL SUPER ESPORTES 
 
O técnico Vinícius Eutrópio não desenhou a escalação do Santa Cruz para o clássico contra o Sport. Mas mostrou nesta quarta-feira que no próximo sábado, no Arruda, poderá utilizar Thiago Primão na equipe caso Léo Costa não se recupere de um incômodo na coxa esquerda. Primão se revezou com o atacante André Luís em um treino tático. Como é originário da posição, deve mesmo ser o substituto do camisa 10 e tem chances de retomar a titularidade no time tricolor após iniciar os três últimos jogos no banco de reservas.

Thiago Primão foi também quem substituiu Léo Costa ainda no primeiro tempo do próprio jogo do último domingo, contra o Uniclinic-CE, pela Copa do Nordeste. Quando o titular sentiu a fisgada na coxa, ele foi chamado por Eutrópio e teve um desempenho regular na partida.

Primão começou a temporada como titular do Santa Cruz. Jogou o amistoso contra o Paysandu, pela Taça Asa Branca, e as três primeiras partidas da temporada regular até perder a vaga para Thomás. Ao contrário da partida com o Uniclinic-CE, o jogador, no entanto, não vinha atuando como meia de armação, mas sim como ponta.

Sendo assim, a equipe base do Tricolor para enfrentar o Sport pelo Campeonato Pernambucano é a seguinte: Júlio César; Vitor, Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, David, Thiago Primão (Léo Costa) e Thomás; Everton Santos e Halef Pitbull.

BAIXAS
 
O atacante Facundo Parra não treinou nesta quarta sob a alegação de desgaste muscular. O argentino participou de atividades internas na academia do clube. Bruno Silva chegou atrasado porque foi liberado para resolver problemas particulares e apenas deu voltas no gramado. Ambos devem trabalhar normalmente nesta quinta, quando o reforço uruguaio Federico Gino também integrará o elenco coral. Quem treinou normalmente após ter sentido dores no joelho direito na última partida foi Everton Santos, conforme já estava previsto pelo departamento médico do Santa Cruz.
 
Compartilhar:

Há dez anos, Minha Cobra faz a festa da massa coral em Olinda


DO SITE SANTA CRUZ PE

Para a turma da Troça Carnavalesca Mista Ofídica Etílica e Erótica Minha Cobra, não tem tempo ruim para botar a Troça para “se arrastar”, nas ruas de Olinda, toda segunda-feira de Carnaval. Há dez anos, chova ou faça sol, o Santa Cruz ganhando ou perdendo, a gigantesca cobra serpenteia pelas ladeiras de Olinda, acompanhada de uma orquestra invocada e milhares de torcedores do Mais Querido. Muitos moradores da cidade se preparam para a passagem da “danada”, confeccionando bandeiras, que são entregues aos foliões. A cada ano, a camisa é dedicada a um torcedor que encarne a alma coral. 

Ano passado, foi o cantor Chico Science, que completaria 50 anos. Este ano, o escolhido foi o célebre “Bacalhau”, que “vê o mundo tricolor”. “Não tem tempo ruim. A gente já subiu as ladeiras de Olinda sabendo que o Santa ainda teria que lutar para jogar a Série D. Nunca desistimos. É Carnaval na raça mesmo, na paixão. 

Só não vai mesmo quem é infiel”, diz Esequias Pierre, integrante do pequeno núcleo de abnegados que botam a troça nas ruas, há uma década. A concentração é dia 27 de fevereiro (segunda-feira de Carnaval), no Largo do Bonsucesso. Mas Pierre adverte: “Quem desfila são os outros. Cobra se arrasta. Nós fazemos um arrastão de paixão e festa tricolor pelas ruas de Olinda”, diz. Atenção para o horário místico: 9h32 minutos e 43 segundos. 

Depois de tomar umas garapas, os foliões seguem do Bonsucesso para a rua do Amparo, Ribeira, Prefeitura, Mercado Eufrásio Barbosa e encerram a farra na rua da Boa Hora. Para garantir o sucesso da Minha Cobra, funciona o antigo método da venda de camisas. “Entre em contato com os domadores da virada e garanta a sua”, diz Pierre.

SERVIÇO
 
Valor da camisa: 30 reais
Telefones para quem quiser comprar o último lote das camisas, com a imagem de Bacalhau:
Allan Robert: 9 95247910
Claudemir: 9 97188408
Esequias Pierre: 9 9717 3959
(Toda terça e quinta, de 9h às 12h, ele está na Sala da Memória Dirceu Paiva, no Arruda)
Gerrá da Zabumba: 9 9976 8985
Robson Sena: 9 9985 8597

Compartilhar:

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Santa segue no mercado em busca de reforços e ainda mira volante e meia


 DO SITE GLOBO ESPORTE.COM

Depois de acertar as contratações dos atacantes Facundo Parra e Júlio César, além do goleiro Jacsson, na semana passada, o Santa Cruz segue em busca de mais algumas peças para reforçar o elenco. O clube agora trabalha forte para anunciar os últimos reforços ainda nesta semana. A ideia dos tricolores é tentar contratar um volante e um meia ou até um jogador que possa fazer essas duas funções. 

Voz ativa no processo de contratações do Santa Cruz, o técnico Vinícius Eutrópio confirmou a busca do clube por novos jogadores, mas evitou dizer quais são as posições até para não desmotivar os jogadores que hoje estão no Arruda. "A gente ainda está em busca de umas posições. Não vou falar que é um meia especificamente, mas estamos em busca com muita calma."  

Contando com os goleiros e os garotos da base que treinam no profissional, o elenco do Santa Cruz tem hoje 31 atletas e a ideia de Eutrópio não é passar muito desse número.  

A tendência é que alguns jovens sejam emprestados quando os últimos reforços desembarcarem no Recife. Isso aconteceu com o atacante Léo Cotia e com o zagueiro Thawan, que estão no Frei Paulistano-SE. "Vamos sentindo os próprios atletas que temos e dando opções para eles jogarem. Às vezes, joga mal num jogo e melhora no outro. É uma fase de construção. Se inchar o plantel fica difícil para nós mesmos."

Compartilhar:

Após seis jogos em 18 dias, elenco do Santa ganha folga e semana livre até o Clássico das Multidões


DO PORTAL CORALNET

Descanso merecido. Após a goleada aplicada sobre o Uniclinic-CE por 4 a 0, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste, o elenco do Santa Cruz ganhou folga geral nesta segunda-feira (13) e se reapresentam na terça-feira (14), às 15h30, no estádio do Arruda.  

Depois de uma maratona de seis jogos em 18 dias, o técnico Vinícius Eutrópio terá uma semana livre para preparar a sua equipe visando o primeiro Clássico das Multidões da temporada.Contra o SportRecife, o Santa defende a invencibilidade na temporada. Em seis partidas oficiais disputadas este ano, entre elas dois clássicos diante do Náutico, foram três vitórias e três empates. 

O Clássico das Multidões está marcado para o próximo domingo (19), no estádio do Arruda, às 16h, pela quarta rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano. 
 
Compartilhar:

Com reunião marcada, Náutico e Santa Cruz lutam por aumento de cotas de TV na Série B


DO PORTAL SUPER ESPORTES
 
Em 2017, a busca é por igualdade. Ou pelo menos algo um pouco mais perto disso. Representando dois entre os 18 clubes não-cotistas que disputarão o Campeonato Brasileiro da Série B neste ano, Náutico e Santa Cruz entram em uma briga pelo aumento das cotas de televisão recebidas na segunda divisão do torneio nacional. Fora Internacional e Goiás - que receberão neste ano, somente em cotas fixas, R$ 60 milhões e R$ 35 milhões -, todas as outras equipes contarão com o recebimento no valor de R$ 5 milhões apenas. Um total de 8,3% do que terá o Colorado. Ao lado de clubes como América-MG e Figueirense, os pernambucanos entram em defesa por um novo aumento nesse valor. Para isso, no próximo dia 21 de fevereiro na sede da CBF, no Rio de Janeiro, acontecerá uma reunião que contará com representantes de cada clube, CBF e TV Globo, com o objetivo de reverter este cenário.

"Nós estamos querendo criar um movimento que está sendo deflagrado para tentar aumentar as cotas. Porque é inadmissível que você remunere o Santa Cruz, com o tamanho da torcida que tem, da mesma forma igualitária que remunera, não vou citar nome de clube, mas o cube B ou C que não dá audiência nenhuma porque não tem torcida", revelou o presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes. De acordo com o mandatário, ainda nesta semana os clubes devem ter uma reunião em conselho técnico da Série B para acertar detalhes do que será discutido no fim do mês. A informação foi também confirmada pelo diretor financeiro do Náutico, Sérgio Lopes, que afirmou ainda não ter data ou local acertados para acontecer o encontro.

Vale lembrar inclusive que, de 2015 para o ano passado, o valor básico oferecido cresceu em R$ 2 milhões. Deixando os R$ 3 milhões iniciais pelos mesmos R$ 5 milhões ainda ofertados neste ano. De acordo com o mandatário tricolor e o diretor financeiro do Timbu, parâmetros de valores a serem requisitados ainda não foram determinados. O assunto está em discussão entre os clubes. Ainda no ano passado, no entanto, em entrevista exclusiva ao Superesportes, o presidente coral abriu as contas do clube e falou sobre a queda das cotas de televisão, com o rebaixamento da elite no fim do ano. Para a Série B, segundo Alírio, o patamar da pedida giraria em torno de R$ 7 milhões.

RATEAMENTO DO PAY-PER-VIEW

Comparado ao Alvirrubro, para o Tricolor, o baque é ainda mais expressivo. Com relação ao que recebeu para disputar a elite (R$ 23 milhões) no ano passado, os valores de 2017 representam uma queda de 78%. Também por isso, a briga do mandatário não se esgota no valor da cota fixa em si. Busca por alguma compensação financeira referente ao rateamento do sistema de Pay-per-view na TV fechada.

"A torcida do Santa, até pelo Pay-per-view que ela contrata, com a TV fechada, por si só deveria estar retornando algum percentual para o clube e no modelo atual não há nenhum tipo de compensação", reclamou. O que acontece é que, no caso dos clubes cotistas, com contratos duradouros, são pagas parcelas extras referente às vendas de pacotes do Pay-per-view, com receitas proporcionais ao número de assinantes de cada clube.

Ou seja, para além das cotas fixas, são acrescidos os valores correspondentes a cada clube, como um bônus. Aos que possuem contratos singulares, não-cotistas, esse valor aparece embutido nas cotas fixas. Ou seja, compensações por TV aberta, TV fechada, PPV, sinal internacional e Internet aparecem incluídas nos R$ 5 milhões acertados. 

Compartilhar:

STJD arquiva processo da Fenapaf contra o Santa Cruz


DO SITE GLOBO ESPORTE.COM 
 
A segunda-feira no Arruda começou com a expectativa pelo julgamento do clube no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, por conta de atrasos salariais para o time de futebol profissional, no ano passado. O Tricolor foi denunciado pela Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf), mas o julgamento nem sequer aconteceu. Representado no Rio de Janeiro pelo diretor jurídico Eduardo Lopes, o clube pernambucano viu os auditores do STJD decidirem arquivar o processo.

De acordo com o departamento de comunicação do Santa Cruz, a tese do diretor jurídico Eduardo Lopes foi aceita pelos membros do STJD. Ele alegou que a Fenapaf não tinha direito a entrar com o processo contra o clube. Caso fosse julgado e punido, o Santa Cruz corria o risco de perder três pontos na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Agora, o Tricolor entrará zerado no campeonato nacional assim como os 19 concorrentes.
 
"O processo da Fenapaf foi extinto. Os auditores nem sequer analisaram o mérito em razão de vício formais que nós alegamos, sob prescrição, legitimidade das partes e perda do objeto da causa. Isso foi considerado e o processo foi extinto sem analisar o mérito - explicou Eduardo Lopes."
 
Compartilhar:

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Após massacre do Santa Cruz, Eutrópio se diz surpreso com início de temporada invicto


DO CORALNET
A goleada sobre o Uniclinic-CE por 4 a 0 no Arruda manteve o Santa Cruz invicto no ano e na liderança do Grupo A da Copa do Nordeste. Sem derrota no comando da equipe, o técnico Vinícius Eutrópio tem motivos de sobra para comemorar o desempenho neste início de temporada. Para ele, os resultados conquistados foram importantes e surpreendentes pelo fato do elenco ter passado por um processo de remontagem.

“Eu acho que a gente está até surpreendendo muita gente de forma positiva. Todas aquelas etapas que vínhamos falando... montar o elenco, construir um time ao longo da pré-temporada (foram cumpridas). Aos poucos, a gente vai encorpando e a diretoria vai trazendo outros jogadores. A vitória foi importante justamente para pontuar e dar tranquilidade”, analisou.

Eutrópio ainda lembrou que mesmo com todas as dificuldades financeiras do clube o trabalho tem surtido efeito. Ele destacou que a simplicidade é o segredo para as coisas estarem dando certo. 

“Eu sempre busco o parâmetro do meu time com ele mesmo. Tem equipes de elenco milionário empatando em casa. A gente dentro do possível está fazendo um trabalho surpreendente. Estamos com jogadores simples, que não tiveram muitas chances nas suas equipes no ano passado, e sendo efetivos. Abrimos um número de pontos importante (na Copa do Nordeste)”, declarou.

PITBULL

“Halef vai ganhando espaço. Ele deu um ‘up’. Decidi fazer essa troca para o jogo e acabou dando certo. Ele está em ascensão. Não é à toa que foi mapeado pelo Cruzeiro. É um jogador simples e alegre. Me surpreendeu", encerrou o treinador. 


Compartilhar:

Pitbull marca três gols, Santa Cruz goleia Uniclinic e se mantém na liderança


DO SITE FOLHA PE

Primeiro colocado do grupo A e buscando mais uma vitória na Copa do Nordeste, o Santa Cruz recebeu o Uniclinic/CE, no Arruda, pela terceira fase da competição. Apesar de um jogo morno nos primeiros minutos, sem lances de perigo para os goleiros, o Tricolor do Arruda se impôs jogando em casa e, com grande atuação do atacante Halef Pitbull - autor de três dos quatro gols da partida -, venceu pelo placar de 4x0, para garantir sete pontos na tabela e a liderança do grupo A. 

Mesmo apresentando um bom futebol no meio de campo, o Santa Cruz não conseguiu criar chances efetivas para penetrar na área do Uniclinic/CE, nos minutos iniciais. Com Everton Santos e Pitbull no ataque, o tricolor do Arruda ganhou mais velocidade na partida, porém a defesa adversária, bem postada, impediu as finalizações da equipe coral. 

A melhor chance dos tricolores surgiu aos 25 minutos, quando Pitbull avançou pelo lado esquerdo, cruzou para Everton Santos, que cabeceou quase acertando o gol, um susto para o goleiro Theo. Após mudança de lado entre Thomás e Everton Santos, o Santa Cruz passou a arriscar mais e a acelerar o passe. Aos 35, Leo Costa cobrou escanteio pelo lado esquerdo, Halef Pitbull recebeu livre e cabeceou para o fundo das redes, marcando o primeiro gol do tricolor pernambucano. 

Aos 44, uma baixa para o time comandado pelo técnico Vinícius Eutrópio: Leo Costa sentiu a perna esquerda e pediu para ser substituído. No lugar dele, entra Thiago Primão, que não vinha fazendo boas partidas. Buscando consertar os erros cometidos nos últimos jogos, Primão voltou inspirado para o segundo tempo. 

Após cobrança de falta na barreira, o jogador do Santa pegou o rebote e mandou um foguete, que bateu na trave. Aos 10 do segundo tempo, o zagueiro da equipe cearense, Domingos Sávio levou o segundo amarelo e foi expulso. Melhor para o Santa, que passou a jogar com um homem a mais. Com a vantagem sobre o Uniclinic, o Santa Cruz se soltou na partida. Após pênalti do goleiro Théo em Pitbull, Thomás, aos 15 minutos, cobrou no meio do gol e marcou o segundo da Cobra Coral. Aos 28 e um minuto depois, o protagonista da partida, Pitbull, selou a goleada coral para a festa do público presente no Arruda. 

Compartilhar:

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Temendo perder posição, lateral tricolor quer evitar cartões amarelos


CORALNET
Titular nos últimos três jogos, o lateral esquerdo Roberto tem uma pulga atrás da orelha pelo fato de ter tomado cartões amarelos em todas essas partidas. Recebeu um na Copa do Nordeste e dois no Campeonato Pernambucano, onde está pendurado. A preocupação dele é justamente ficar fora da equipe por suspensão e perder a vaga para o concorrente, que hoje é Tiago Costa, apto e treinando com todo o elenco após se recuperar de uma lesão. 

“É uma coisa que preciso me preocupar. Tenho que tomar mais cuidado para não ficar suspenso. Depois do jogo contra o Central eu já pensei nisso. Sei que é ruim porque prejudica a minha sequência no time”, disse. 

CARTÕES
“Isso é a vontade de terminar um lance e fazer a jogada. Os cartões foram em faltas que acontecem em jogo mesmo. Espero ter um pouquinho mais de calma para continuar jogando”, afirmou.

DECISÃO 
“Na minha opinião, valor (da folha) não tem a ver. O futebol é resolvido dentro de campo. É quem se doa mais e erra menos. Esse jogo contra o Uniclinic é uma decisão pra gente. Sabemos da importância da partida e será muito difícil”, encerrou o lateral esquerdo.


Compartilhar:

Destinados ao Santa Cruz


DO SITE SANTA CRUZ PE
 
Dentro do elenco do Santa Cruz, existe uma história extremamente curiosa. Do tipo daquelas que acontece uma vez em muito tempo. O destino do atacante Éverton Santos e do meia Léo Costa estão relacionados entre si e, agora, também junto ao clube. Léo e Éverton se conhecem desde a infância. São da mesma cidade, têm a mesma idade, moravam no mesmo condomínio, iniciaram a carreira no mesmo time, assinaram o primeiro contrato no mesmo dia...
Mas nunca haviam jogado juntos profissionalmente. O Santa Cruz apareceu aí. E o Tricolor tem colhido os resultados desta parceria, também, dentro de campo. Éverton Santos e Léo Costa, ambos com 30 anos, são os artilheiros do Santa na temporada - para variar, com a mesma quantidade de gols. Três para cada. 

"É um prazer muito grande poder ter essa oportunidade de jogar ao lado do meu amigo, meu irmão. E ainda no Santa Cruz, um clube que nos recebeu muito bem e que estamos nos sentindo muito à vontade para defender. Estamos muito felizes e já adaptados", comenta Éverton Santos. Os atletas mantiveram contato da infância até a carreira profissional.

"Nossos familiares são amigos entre si, temos o grupo de amigos lá do condomínio que continua até hoje. Quando era aniversário de um, o outro sempre mandava alguma mensagem. A turma toda agora torce para o Santa Cruz", destaca Léo Costa. 

Encontro profissional

Mas aí entra outra coincidência. Essa matéria foi produzida na última terça-feira, quando foram completados exatos 10 anos do único encontro profissional de Léo Costa e Éverton Santos - antes do Santa Cruz, obviamente. 

"Eu estava no Santo André e ele no Bragantino. O Bragantino ganhou o jogo por 3x0. Fiquei chateado com o Éverton. Logo no início do jogo, fui falar com ele todo alegre. E ele só apertou minha mão e saiu. Depois, no final do jogo, ele queria ficar conversando. Aí eu que não quis, né? Depois que perdi, pô", lembra Léo Costa. Éverton Santos explica: "Estava concentrado, ali é trabalho". Os dois riram. 
Rivalidade no condomínio
Na única vez em que foram adversários, profissionalmente, Éverton Santos venceu. Mas, nas peladas de prédio, em São José dos Campos, lá no início da trajetória, a vantagem era de Léo Costa. "Meu time sempre ganhava do dele", afirma o meia, sem dúvidas. "Sempre não, pô. Quase sempre", admite o atacante

Nas férias, após cada temporada, Léo Costa e Éverton Santos retornam ao mesmo condomínio e repetem o confronto. "Todas as férias estamos lá. Ainda tem familiar meu que mora no mesmo lugar. É sempre muito bacana esse encontro", avalia Léo Costa.   
 
Parceria no Santa Cruz
"A turma de São José dos Campos está representando aqui no Santa Cruz, né?", brinca Léo Costa. 
Dos oito gols corais em 2017, seis foram marcados ou por Éverton Santos, ou por Léo Costa. O entrosamento vai além dos gramados. 

Eles estão hospedados no mesmo hotel e a amizade de infância não fica restrita apenas ao Arruda. No final das contas, ganha o Santa Cruz. Com a qualidade dos atletas e com a união que eles trazem para dentro do grupo. 
 
Compartilhar:

Santa Cruz recebe o Uniclinic-CE, "fiel da balança" do grupo A da Copa do Nordeste


DO PORTAL SUPER ESPORTES

O Santa Cruz está no que é considerado o “grupo da morte” da Copa do Nordeste. Nesta primeira etapa regional, o Tricolor já travou duelos com o rival Náutico e com o vice-campeão do ano passado, o Campinense-PB. Mas, às 16h deste domingo, no Arruda, o Tricolor fecha a fase de ida contra a equipe mais modesta da chave, o Uniclinic-CE. Tecnicamente inferior aos seus três adversários, o clube cearense se tornou o “fiel da balança” do grupo A. O Timbu e a Raposa já venceram o time de Fortaleza. À Cobra Coral, resta fazer o mesmo para se manter na liderança e não colocar a classificação em risco.

Embora esteja em desvantagem na tabela, o lanterna Uniclinic ainda tem chances matemáticas de se classificar no Nordestão. Não que a missão seja fácil. Nem perto disso. Goleado por 4 a 0 pelo Náutico na estreia, na Arena de Pernambuco; perdeu de 1 a 0 do Campinense na sequência, na Arena Castelão, e agora precisa ganhar do Santa para manter o mínimo de esperança na ida às quartas de final.

O retrospecto negativo da equipe cearense não ilude os tricolores, entretanto. O jogo é tratado internamente como uma final. Pudera. Partidas contra times modestos, recentemente, serviram como lição para o Santa Cruz. O empate sem gols com o Belo Jardim no Estadual, em pleno Arruda, foi o primeiro aprendizado. Na última quarta-feira, a equipe do técnico Vinícius Eutrópio só evitou uma derrota no Pernambucano para o Central, na Arena de Pernambuco, só a partir dos 40 minutos do segundo tempo - quando perdia por 2 a 1 antes de fechar o placar em 4 a 2.

“A gente está tratando a partida como uma decisão. Sabemos das dificuldades. É uma partida que no fim (da fase de grupos) vai fazer a diferença na balança. Por isso, a gente trata como uma decisão”, destacou o atacante Everton Santos. O módico elenco do Uniclinic, com uma folha salarial bem mais reduzida que a do Santa Cruz, também não é motivo para os corais se acharem superiores, assegura Roberto.

“Ter jogadores com menores salários não tem nada a ver. Futebol é dentro de campo. (Vence) quem se doa mais, quem erra menos. Sabemos que é uma decisão. A gente está focado e vamos tratar como um clássico”, salientou o lateral esquerdo. O técnico Vinícius Eutrópio deseja que a sua equipe demonstre a mesma aplicação dos últimos minutos contra o Central e não facilite a vida do Uniclinic. “Um grupo que se torna vencedor é aquele que não dá oportunidade para ninguém, e esses jogadores têm demonstrado isso. Esse grupo está mostrando a cada dia mais vontade, se superando.”

TIME
 
Jaime foi substituído por Anderson Salles no intervalo do jogo contra o Central por causa de incômodos na perna. Sem mais dores, o zagueiro está à disposição para enfrentar o Uniclinic. O agravante para a sua não permanência na equipe titular é que Salles teve uma atuação convincente diante da Patativa, sendo o autor do segundo gol coral, em cobrança de falta. Outra mudança promovida pelo treinador no jogo e que pode ser usada neste domingo é a entrada do atacante Halef Pitbull no lugar de André Luís. Pitbull deu assistência para o quarto gol do Santa, feito por William Barbio. Reforços que já treinam no Arruda, os atacantes Facundo Parra e Júlio César, além do goleiro Jaccson, ainda não serão usados.

ADVERSÁRIO
 
A vida do  Uniclinic também não anda fácil no Estadual. O último resultado na competição rendeu até troca de treinador. Quarto colocado no Campeonato Cearense, o Uniclinic perdeu do Guarani de Juazeiro na última quarta-feira, por 3 a 1, e o técnico Vladimir de Jesus acabou sendo demitido no dia seguinte. Ex-Horizonte, Roberto Carlos assumiu o comando do time e estreia diante do Santa Cruz.

Compartilhar:
Proxima  → Inicio

Contato

Ricardodasilvaleandro@hotmail.com
Daniel.leandro21@gmail.com

Rádio Show de Bola

Mais Lidas

Facebook

Total de visualizações

Marcadores

Tags:
Tecnologia do Blogger.